Finalista do Miss Amazonas é encontrada morta com três perfurações por arma branca - Pimenta Virtual

carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...







Finalista do Miss Amazonas é encontrada morta com três perfurações por arma branca

Publicada em : 12/05/20 12:39 - Atualizada em : 12/05/20 12:39

temp

Manaus – Top 3 do Miss Amazonas Universo 2019, a Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, 22, foi encontrada morta com três perfurações por arma branca, na madrugada desta terça-feira (12), em um condomínio residencial, na Avenida Joaquim Nambuco, bairro Centro, zona sul da capital.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homcídios e Sequestros (DEHS), o corpo foi encontrado por volta das 0h31, no apartamento do namorado da vítima, com três perfurações por faca, sendo duas no pescoço e uma no tórax.

Ainda segundo a DEHS, a vítima estava desaparecida desde as 20h, de domingo (10), data comemorativa de Dia das Mães e onde Kimberly postou uma homenagem em seu Instagram. Esta foi a última publicação da vítima.

A 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) relatou que o namorado, identificado como Rafael Fernandes, é o principal suspeito, já que foi visto saindo do local no seu veículo, modelo Audi A5, cor branca, placa PHH-7B39. A DEHS ainda o considera como desaparecido.

Irmão da vítima por parte de pai, Max Richard, 31, disse que Kimberly saiu com o namorado por volta das 19h30, do domingo e na noite desta segunda-feira (11), ela foi dada como desaparecida. Um tio e uma amiga da Miss iniciaram, então, as buscas junto aos policiais.

“Foi quando eles se dirigiram para o apartamento deste namorado dela e a encontraram sem vida. Foi muito impactante receber essa notícia. Ninguém espera receber uma ligação dizendo que sua irmã está morta”, disse o irmão.

Max revelou, ainda, que mantinha contato com Kimberly por meio de WhatsApp e redes sociais, pois se conheceram muito jovens e a Miss morava em Manicoré (a 332 quilômetros a sudoeste de Manaus), enquanto ele reside em Manaus. Os planos dos irmãos era de se reencontrarem pós-pandemia.

“Quando nos conhecemos, ela tinha 4 anos, mas sempre mantemos contato. Ela se mudou para Manaus a pouco tempo e tinha a rotina agitada, viajava bastante, por conta da vida de modelo. Eu também tenho a rotina intensa o que dificultava o nosso encontro. Íamos marcar de nos ver depois da pandemia, mas não será mais possível”, finalizou.

Max Richard disse, também, que o corpo de Kimberly Mota está sendo levado para Manicoré, onde ocorrerá o velório e sepultamento, mas não soube dizer o horário.

D2 24h

Finalista do Miss Amazonas é encontrada morta com três perfurações por arma branca
temp

Comentários:

Os comentários aqui escritos não expressam a opinião deste site. Sendo assim, o conteúdo é de total responsabilidade do autor do comentário. Denuncie

Compartilhe:

©Copyright 2010-2020 Pimenta Virtual