Moradores protestam contra andamento de obra asfáltica em RO - Pimenta Virtual

carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...
carregando...

carregando...
carregando...

Moradores protestam contra andamento de obra asfáltica em RO

Publicada em : 26/06/16 06:04 - Atualizada em : 26/06/16 06:04

temp

Desde o início da noite da última quinta-feira (24), moradores do Setor 19, em Vilhena (RO), no Cone Sul, interditaram a Avenida Rondônia, como forma de protesto contra o andamento da obra de pavimentação asfáltica, que há cerca de nove meses vem sendo executada no local. Na ocasião, os manifestantes queimaram pneus e construíram barreiras com galhos de árvores.

Os manifestantes alegam que há 15 dias, os serviços nas ruas foram paralisados e nenhuma autoridade compareceu ao local para prestar informações a respeito. Outro problema apontado é a poeira. Devido a Avenida Rondônia estar localizada entre dois pontos movimentados da cidade, o tráfego de veículos é constante, e, segundo os moradores, não se vê caminhões-pipa agindo para amenizar o ambiente.

"A falta de asfalto e a demora na conclusão dessa obra atinge a todos. A maioria das pessoas utiliza motocicleta para se locomover. Na seca, por causa da terra, tem o problema da poeira e, na chuva, tem a lama", disse Miriam Honorato, moradora do bairro há 12 anos.

A situação prejudica também os comerciantes. De acordo com o proprietário de um supermercado no local, Valdecir Gomes, a poeira corrompe a estética dos produtos e, consequentemente, a venda.  "Não damos conta de lidar com a poeira. A gente limpa e pouco tempo depois, já está tudo sujo de novo. Daí, os clientes vêm comprar e acham que o produto é velho, chegam até olhar a data de validade", explicou.
 

O empresário Ricardo Peres ressaltou que vivencia o mesmo dilema na farmácia a qual gerencia. "Eu tenho cortina de ar para poder impedir um pouco a poeira de entrar, mas a mercadoria se torna feia para o cliente e isso pode ser um fator para que ele deixe de comprar comigo", acrescentou.

Ao G1, o engenheiro da empreiteira responsável pela obra, Diego Luís Kirschner, informou que os serviços de pavimentação no local não estão paralisados, os trabalhos foram direcionados apenas nesta semana para outro setor da cidade. Ele informou ainda que a obra segue o cronograma esperado, no entanto, precisou sofrer algumas interrupções desde agosto de 2015 devido ao período de chuva.

"Não enviamos ainda um caminhão-pipa no bairro porque, há dois dias, os nossos quebraram, mas esse problema será solucionado ainda hoje", explicou. A previsão é que na semana que vem os trabalhadores e as máquinas voltem para o Setor 19.

Moradores protestam contra andamento de obra asfáltica em RO
temp

Comentários:

Os comentários aqui escritos não expressam a opinião deste site. Sendo assim, o conteúdo é de total responsabilidade do autor do comentário. Denuncie

Compartilhe:

©Copyright 2010-2019 Pimenta Virtual